24.3.09

Na viagem papal a África, quem falhou?


Afinal quem falhou?
- O povo?
- Não. Esteve presente, aos milhares. Entusiasta, participativo, festivo.
- Os governantes?
- Não. Foram acolhedores, receptivos, simpáticos.
- O Papa?
- De modo nenhum. Bento XVI esteve excelente. Em grande forma. Claro, directo, profético, semeador de esperança.
Os jornalistas e comentadores?
- Sim, com honrosas excepções. Muitos jornalistas e comentadores não perceberam, não quiseram perceber ou não puderam perceber a estupenda presença e mensagem papais em África. Perdoem-me a expressão, mas portaram-se como pigmeus diante da gigantesca grandeza humana do Papa e da maravilhosa manifestação das populações.
Nada que não contássemos. Para muitos políticos, jornalistas e comentadores ocidentais, sempre tão paladinos da liberdade, a Igreja não tem direito a ser livre, a ter voz e vez, mensagem e valores. Escravos que são do politicamente correcto, do laxismo reinante e dos interesses - às vezes obscuros - que os comandam.
Visto em
Asas da Montanha

1 comentário:

Danilo Badaró disse...

Oi, hoje descobri um site bem legal no Guia de Blogs Católicos, de um jornalista católico. O site se chama "Pai, perdoai-lhes, eles não sabem o que escrevem". O foco do blog é o tratamento que a imprensa dá à Igreja.

O site é
http://elesnaosabem.blogspot.com/

E o do Guia de Blogs Católicos é:
www.blogscatolicos.blogspot.com